• EMEI Vovó Arlete
  • Desfile Natal Mágico
  • Conscientização sobre a Dengue nas escolas
  • Carreteada na Expocampo
  • Festa das Crianças
  • Jogos Estudantis de Taquara
  • Varal Solidario
  • Praça Beira Rio

Editorias
Terça-feira, 10 de Outubro de 2017 14:06 - Secretaria de Saúde

Indústrias de vegetais minimamente processados devem fazer curso de Boas Práticas de Fabricação

Manipulação de Alimentos Foto: consultoradealimento Manipulação de Alimentos

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Sanitária, vem alertar as indústrias de vegetais minimamente processados, que ainda não fizeram, à obrigatoriedade da realização do curso de Boas Práticas de Fabricação, de acordo com a Portaria 90/2017, da Secretaria Estadual de Saúde. O prazo para a adequação das empresas à lei já expirou, mas muitas ainda não conseguiram se adequarem. O curso será promovido nos dias 9 e 10 de novembro, no Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. (Informações pelo telefone 51 3308 6677)

 

A portaria dispõe sobre o Regulamento Técnico de Boas Práticas de Fabricação e de Procedimentos Operacionais Padronizados para a industrialização de frutas e vegetais minimamente processados e a Lista de Verificação das Boas Práticas de Fabricação em Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de frutas e vegetais minimamente processados. Segundo o fiscal sanitário, Mário Dias, todas as empresas, que se encaixam nesta área, devem se adequar as normas contempladas na legislação.

 

“Houve a necessidade de atualização da legislação sanitária de alimentos, com base no risco e na prevenção do dano à saúde da população, o foco da vigilância sanitária é a inspeção do processo de produção visando à qualidade do produto final. Esta Portaria veio para complementar a resolução da ANVISA. E, este curso vem ao encontro de sanar e esclarecer as dúvidas das empresas. Na realidade será um curso prático de como deverá ser realizado os procedimentos mínimos em frutas e vegetais”, observa Dias.

 

Ele menciona que estes alimentos já existem a venda nos comércios, porém a portaria veio estabelecer a forma correta para a higienização, manipulação, embalagem, rotulagem. “As empresas precisam se adequar, o quanto antes, ao Regulamento, a inobservância ou desobediência à presente Portaria configura infração de natureza sanitária, sujeitando o infrator às penalidades previstas”, afirma.

 

De acordo com a portaria 90/2017, vegetais minimamente processados são frutas, legumes ou hortaliças, ou a combinação destas, que tenham sido submetidas a um processamento, o qual pode incluir seleção, corte, fatiamento, lavagem, desinfecção, enxágue, centrifugação, embalagem e armazenamento, entre outros, permanecendo em estado fresco, com qualidade sensorial adequada e seguro ao consumo.

 

Imagem: www.consultoradealimentos.com.br

 

Acessibilidade

A + A A -
Prefeitura Municipal de Taquara (RS)
Rua Tristão Monteiro, 1278
Fone (51) 3541.9200